A questão do homossexualismo ameaça dividir Igreja Anglicana

Vinte e quatro bispos anglicanos conservadores dos Estados Unidos romperam seus laços com uma diocese canadense que recentemente autorizou uma cerimônia em que foi abençoado um casal de homossexuais. Dentro de duas semanas, a Igreja Anglicana deverá fazer uma votação para decidir se aprova a bênção a casais do mesmo sexo e para ratificar a eleição do primeiro bispo assumidamente gay, o reverendo V. Gene Robinson, do estado norte-americano de New Hampshire. Muitos dos 77 milhões de membros da Igreja Anglicana temem que a votação na Convenção Geral Episcopal possa dividir a comunidade em duas. Em 1998, a Igreja Anglicana aprovou um resolução que dizia que o homossexualismo é ?incompatível com as Escrituras?. Em uma carta aberta publicada nesta sexta-feira, os bispos dizem que ?repudiam profundamente? a cerimônia de bênção ao casal homossexual ocorrida no dia 28 de maio na diocese de New Westminster, em Vancouver, na Costa Oeste do Canadá. Eles também advertiram que a aprovação de tais cerimônias nos Estados Unidos e a confirmação da eleição do reverendo Robinson para a diocese seriam um distanciamento inusitado dos ensinamentos da Igreja Anglicana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.