Abbas convoca eleição para 2010, mas Hamas rejeita

O grupo islâmico Hamas rejeitou hoje a convocação de eleições presidenciais e legislativas para o ano que vem, feita pelo presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas.

AE, Agencia Estado

23 de outubro de 2009 | 20h25

De acordo com o movimento islâmico, que controla a Faixa de Gaza, a convocação é "ilegal e inconstitucional". Abbas afirmou que as eleições em Jerusalém, na Cisjordânia e na Faixa de Gaza serão realizadas em 24 de janeiro.

O Hamas, vencedor das últimas eleições legislativas realizadas nos territórios palestinos, qualificou a convocação como um "golpe destrutivo" para os esforços de reconciliação na região. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
PalestinaeleiçõesHamasAbbas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.