Abbas declara-se favorável a retirada israelense gradual

O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmud Abbas, aceitaria uma presença limitada de Israel na Cisjordânia como parte de um eventual acordo de paz, desde que existisse um cronograma para uma retirada gradual.

AE, Agência Estado

28 de janeiro de 2014 | 17h40

Em uma entrevista transmitida durante uma conferência sobre segurança em Israel, Abbas indicou que Israel poderia sair da Cisjordânia ocupada ao longo de um período de até três anos.

Em diálogos anteriores, os palestinos rechaçavam uma exigência israelense de permanecer em partes da Cisjordânia por pelo menos uma década por "questões de segurança".

Abbas sugeriu ainda que os arranjos dessa presença israelense poderiam ser realizados por alguma entidade multilateral, e citou como exemplo a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, deve retornar dentro de algumas semanas ao Oriente Médio para propor as bases de um acordo definitivo de paz entre israelenses e palestinos. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelPalestinaAbbasCisjordânia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.