Abbas deve pedir entrada da Palestina como Estado na ONU em setembro

Diplomata palestino diz que poderá recorrer a tribunais internacionais se não houver apoio da ONU

Efe

26 de agosto de 2011 | 10h33

MOSCOU - O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, deve solicitar perante a ONU a entrada da Palestina como Estado no dia 23 de setembro, anunciou nesta sexta-feira Nabil Shaath, o responsável de Relações Exteriores do movimento Fatah.

 

"Já foi confirmada a data do discurso de Mahmoud Abbas: é 23 de setembro. Acho que ele aproveitará essa possibilidade para anunciar nossa solicitação de ingresso na ONU", assinalou Shaath em entrevista coletiva em Moscou, segundo as agências russas.

 

O diplomata não descartou que a solicitação palestina não receba o apoio das Nações Unidas, devido à oposição de alguns países, como os Estados Unidos, principal aliado de Israel. "Se for necessário, nos dirigiremos aos tribunais internacionais", disse.

 

Shaath fez tais afirmações durante sua visita à Rússia, país que já antecipou que apoiará a solicitação palestina perante as Nações Unidas.

 

Esse "Estado da Palestina", cujas fronteiras anteriores à Guerra dos Seis Dias de 1967 são internacionalmente aceitadas, mas são rechaçadas por Israel, inclui Gaza, Cisjordânia e, como capital, a Jerusalém Oriental.

 

O procedimento estabelecido para que um país seja admitido como novo Estado membro da ONU estipula que após apresentar-se a solicitação formal à Secretaria-Geral, nove dos 15 membros do Conselho de Segurança devem apoiá-lo, entre eles os cinco permanentes com direito de veto.

 

Em caso da proposta ser aceita o Conselho de Segurança recomenda então à Assembleia Geral debater a incorporação do novo membro, para o que se requer a aprovação de dois terços da câmara.

Tudo o que sabemos sobre:
PalestinaIsraelONUEstadomembro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.