Abbas diz que acabou o diálogo sobre governo unificado

O presidente palestino, Mahmoud Abbas, disse que as conversas com o grupo militante Hamas, que governa o país, sobre um governo unificado acabaram.Abbas disse também que um novo gabinete deve ser formado para encerrar com a recente onda de violência que resultou em 10 mortes em três dias."Não há diálogo agora", disse Abbas em coletiva de imprensa com o ministro do Exterior de Bahrein, xeque Khalid Bin Ahmed al-Khalifa. Um acordo preliminar sobre um governo unificado, anunciado em 11 de setembro "acabou agora, e temos que começar do zero", afirmou. Desde que o Hamas assumiu o governo da Palestina, em março deste ano, a comunidade internacional parou de enviar ajuda financeira, e Israel deixou de enviar os impostos recolhidos. O grupo Hamas é considerada como uma organização terrorista pela comunidade internacional, e enfrenta a greve de 180 mil funcionários públicos que estão sem receber desde março.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.