Abbas diz que pode interceder em governo do Hamas

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, disse que está preparado a interceder no governo do Hamas caso o povo palestino seja prejudicado. "Eu vou exercer o meu mandato e autoridade onde e quando forem necessários para proteger os altos interesses do povo palestino", escreveu Abbas em uma carta a Ismail Haniya, designado pelo Hamas para o cargo de primeiro-ministro. O alerta de Hamas é feito dias antes de o governo liderado pelo Hamas tomar posse. "Assim que o seu governo assumir as suas responsabilidades eu lhe peço, novamente para fazer as correções necessárias ao seu programa", disse o líder palestino na carta, que também foi enviada a jornalistas. A legislação palestina determina que o presidente palestino tem o poder de demitir Haniya se ele adotar políticas contrárias ao interesse nacional.

Agencia Estado,

26 Março 2006 | 06h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.