Abbas e Haniye resolvem divergências para novo governo

O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, do Fatah, e o primeiro-ministro, Ismail Haniye, do Hamas, resolveram "todas as suas divergências" sobre o futuro governo de união nacional, disseram fontes próximas ao movimento radical islâmico.Haniye, segundo as fontes, falou nesta quinta-feira por telefone com o ministro de Assuntos Exteriores da Arábia Saudita, Saud al-Faisal, e prometeu a ele que o próximo governo será fiel ao Acordo de Meca, entre o grupo nacionalista Fatah e o radical islâmico Hamas.Abbas e Haniye se reunirão esta noite em Gaza para pormenorizar o acordo e depois espera-se que Haniyeh apresente sua renúncia e a do governo do Hamas, presidido por ele.Imediatamente depois, Abbas deve entregar a carta que o encarrega de formar do novo executivo, desta vez de união nacional, e formado por políticos do Hamas, Fatah, de outras legendas e de independentes.As fontes do Hamas asseguraram que não são certas as informações de que o grupo quis impor novas condições para a formação do Gabinete.Na semana passada, sob a mediação da Arábia Saudita, os líderes do Hamas e Fatah chegaram a um acordo na cidade de Meca para superar o conflito armado entre suas respectivas facções e formar um executivo conjunto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.