Abbas é recebido com honrarias na Cisjordânia após decisão da ONU

'O mundo disse, em voz alta, sim para o Estado da Palestina', falou presidente palestino em discurso a uma multidão que o aguardava

Agência Estado

02 de dezembro de 2012 | 12h17

RAMALLAH - O presidente palestino Mahmud Abbas retornou à Cisjordânia neste domingo, 2, após o reconhecimento da Palestina como Estado observador pela Organização das Nações Unidas (ONU), informou a AFP. "Sim, agora nós temos um Estado", disse em discurso a uma multidão que o aguardava.

"O mundo disse, em voz alta, sim para o Estado da Palestina, sim à liberdade da Palestina, sim à independência da Palestina. Não à agressão, não para assentamentos, não à ocupação" afirmou Abbas diante da multidão em êxtase. Ele foi recebido com uma guarda de honra completa na sede presidencial na cidade de Ramallah.

Ele prometeu que, após a vitória nas Nações Unidas, a sua "primeira e mais importante" tarefa seria trabalhar pela unidade palestina e pela conciliação das facções rivais Fatah e Hamas.

Na quinta-feira, em uma decisão histórica, a Assembleia-Geral das Nações Unidas reconheceu a Palestina - nas fronteiras pré-1967 e com capital em Jerusalém Oriental - como Estado observador da ONU. Israel e os EUA estiveram entre os poucos países que se posicionaram contra a elevação do status. Depois disso, Israel anunciou a construção de um novo assentamento, o que foi considerado uma punição ao pedido palestino.

Neste domingo, o país também anunciou que não vai transferir recursos fiscais e tarifários em direitos aduaneiros para os palestinos neste mês. Washington também anunciou que reterá verbas para a Palestina. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.