Abbas manda mídia palestina parar de atacar Israel

O líder palestino Mahmoud Abbas ordenou que a mídia estatal palestina pare de incitar o povo contra Israel, informam autoridades. Abbas assim atende a uma importante exigência do governo israelense e acrescenta mais um gesto ao clima de boa vontade que aprece ter emergido com a morte de Yasser Arafat.Radwan Abu Ayyash, chefe da rádio e televisão palestina, disse ter instruído seus subordinados, a pedido de Abbas, para que não divulguem material ofensivo. "Abu Mazen pediu que nos certifiquemos de que o material divulgado não contenha nada ofensivo", disse ele, referindo-se a Abbas pelo nome de guerra. Autoridades dizem que a nova instrução foi emitida semana passada.Um importante assessor do premier israelense Ariel Sharon já havia dito que conversações de paz poderiam ocorrer se os palestinos demonstrassem boa vontade na questão do incitamento. Anteriormente, Sharon havia exigido a repressão dos movimentos armados palestinos - algo muito mais difícil para Abbas - antes de aceitar negociar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.