Abbas: palestina não reconhece Israel como Estado judeu

Os palestinos nunca reconhecerão Israel como um "Estado judeu", disse neste sábado o presidente Mahmoud Abbas, enquanto procura traçar um plano de ação após Israel suspender as negociações de paz.

Agência Estado

26 de abril de 2014 | 08h45

"Em 1993, nós já reconhecemos Israel", Abbas disse aos membros da Organização pela Libertação da Palestina (OLP), acrescentando que o povo palestino não deveria ser forçado a ir um passo além e reconhecer a identidade religiosa de Israel.

O reconhecimento de Israel como um "Estado judeu" era uma das principais exigências no processo de paz mediado pelos Estados Unidos, que foi suspenso depois que, na quarta-feira, o governo liderado por Abbas assinou um acordo de reconciliação com o movimento islâmico Hamas.

Em entrevista esta semana, o ministro de Relações Exteriores de Israel, Avigdor Lieberman, disse que o país deve resistir à pressão para retomar as negociações com o presidente da Palestina. Segundo Lieberman, Abbas está envolvido em "uma política de terror" e entrou em acordo com Hamas para frustrar qualquer possibilidade de paz entre as duas nações.

Historicamente, Israel e os países do Ocidente consideram o Hamas um grupo terrorista. Fonte: Dow Jones Newswires e Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ISRAELPALESTINOSABBAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.