Abbas pede fim imediato de ataques a Gaza e Líbano

O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, pediu nesta terça-feira "o fim imediato" dos ataques de Israel contra Gaza e o Líbano, após reunir-se em Ramallah com a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice. Rice chegou nesta segunda-feira ao Oriente Médio para analisar a possibilidade de um cessar-fogo entre Israel e a milícia xiita libanesa Hezbollah, assim como na Cisjordânia e na Faixa de Gaza.Abbas disse que "a violência é o resultado natural da ausência de paz na região" e por isso "é preciso fazer todos os esforços possíveis para conseguir a paz".Por sua parte, Rice afirmou que é necessária "uma paz duradoura e consistente para a região" e, em alusão à crise do Líbano, disse que os Estados Unidos querem "um cessar-fogo que permita estabelecer a soberania do governo libanês", de acordo com a resolução 1559 da ONU.Em Israel"É preciso acabar com a violência. Nosso coração está com o povo israelense, que sofre ataques terroristas e (o lançamento de) foguetes. Estes meios não são aceitáveis em uma sociedade culta", afirmou a chefe da diplomacia americana ao ser recebida, na manhã desta terça, pelo primeiro-ministro do Estado judeu, Ehud Olmert.Rice afirmou que a região não pode voltar a uma situação na qual sejam disparados foguetes contra Israel.Foi uma alusão à situação no norte do território israelense, contra o qual o Hezbollah tem disparado seus foguetes Katyusha, e no sul, atingido pelos mísseis de fabricação caseira Qassam lançados pelas milícias palestinas."Não tenho a intenção de retornar aqui dentro de três semanas, três meses ou seis meses. É preciso conseguir um acordo de longo prazo", disse a secretária de Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.