Abbas pede que UE participe de negociação

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, disse ontem que não há dúvidas de que exista uma crise nas negociações de paz no Oriente Médio, depois da decisão americana de desistir de pedir a Israel o congelamento na construção de assentamentos na Cisjordânia. Abbas pediu ainda que a União Europeia (UE) tenha maior envolvimento no processo de paz para a retomada das negociações. Saeb Erekat, um dos principais negociadores palestinos, anunciou ontem que seu reunirá com a secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, "nas próximas 48 horas".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.