Abbas rejeita acordo parcial de paz com Israel

O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, rejeitou hoje a proposta de Israel para a assinatura de um acordo de paz interino e parcial, informou um negociador palestino. Abbas insistiu em uma abordagem ''tudo ou nada'' da questão, algo que deverá afastar a assinatura de um acordo até a data de janeiro de 2009.O encontro entre Abbas e o primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, durou menos de uma hora. Nenhum dos dois disse que houve progresso nas negociações. Olmert está muito fraco politicamente, após decidir renunciar em setembro, quando seu partido, o Kadima, escolherá um novo líder. Ele poderá, no entanto, permanecer como premiê interino de Israel até 2009.Abbas também não está numa posição política forte desde o ano passado, quando perdeu o controle da Faixa de Gaza para o grupo islâmico Hamas. Olmert propôs a Abbas a assinatura de um acordo provisório, mas o negociador palestino Saeb Erekat disse que o presidente palestino rejeitou a idéia. "Nós queremos um acordo que acabe com a ocupação de Israel e estabeleça um Estado palestino independente, com Jerusalém como sua capital," disse Erekat. As informações são da Associated Press.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.