Abe troca 12 ministros após perder Senado

Tóquio - O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, reformulou ontem seu gabinete em uma tentativa de recuperar a confiança dos eleitores após a derrota de seu partido, o Liberal Democrata, nas eleições da Câmara Alta do Parlamento no mês passado. "Os novos ministros e eu estamos determinados a ganhar de volta a fé do povo japonês", afirmou Abe na cerimônia de posse.Desde o início de seu mandato, há 11 meses, o gabinete do premiê foi atingido por constantes quedas de popularidade e acusações de corrupção contra alguns de seus ministros que culminaram com a perda do controle do Senado para o oposicionista Partido Democrático.Abe nomeou políticos experientes e conservadores em 12 das 17 pastas . No entanto, analistas acreditam que a reformulação ministerial não vai resultar em mudanças no quadro político do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.