Aberta convenção de palhaços no México

Faltava espaço para tanto sapato grande e nariz vermelho durante a abertura da Convenção Latino Americana de Palhaços, na Cidade do México, nesta segunda-feira. Cerca de 400 palhaços, vindos principalmente do México, vão participar de quatro dias de workshops e aulas de palhaçada.A convenção aproxima e mostra a semelhança entre os profissionais da área vindos de vários lugares da América Latina. "Embora todo mundo tenha seu próprio estilo, são todos bastante parecidos", disse Freddy Gaspar Chavez, cujo nome de guerra é "El Limoncito," ou "o pequeno limão", da Guatemala.A profissão, em diversas partes da América Latina, é dividida por dois estilos: os palhaços ´cara branca´ e os palhaços para animação de festas de crianças. Muitas palhaças também foram notadas na convenção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.