Abramovich negocia compra de 40% de maior siderúrgica russa

O homem mais rico da Rússia, Roman Abramovich, negocia a compra de 40% das ações do Grupo Evraz, a maior siderúrgica do país, informaram hoje fontes da companhia."Confirmamos que estamos em negociações para a venda de ações da companhia", afirmou uma fonte da empresa à agência Interfax. Segundo o jornal Védomosti, Abramovich poderia pagar até US$ 3 bilhões por esse pacote de ações da Evraz, que teve receita de US$ 500 milhões em 2005.Abramovich, dono do clube inglês Chelsea, comprará as participações de Alexandr Abramov e Alexandr Frolov, que veriam reduzido à metade seu pacote de controle acionário na Crossland Global, dona de 85,7% da Evraz.Após vender, há alguns meses, 72% de suas ações na companhia petrolífera Sibneft à corporação de gás Gazprom por US$ 13 bilhões, Abramovich retorna ao setor metalúrgico. Em 2004, o magnata vendeu suas ações no consórcio Alumínio Russo e, anos atrás, também se desfez de sua participação na companhia aérea Aeroflot para poder comprar o Chelsea.Abramovich, governador da remota região russa de Chukotka, é considerado o 11º homem mais rico do mundo, segundo a revista Forbes, com uma fortuna estimada em US$ 18,2 bilhões. Ao contrário de Mikhail Khodorkovski, o fundador da companhia petrolífera Yukos, Abramovich, conhecido como o "tesoureiro do Kremlin" em tempos de Boris Yeltsin, é um dos magnatas mais bem considerados pelo atual presidente, Vladimir Putin.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.