Abril é o pior mês para os EUA no Iraque desde a invasão

Abril já é o mês mais letal para as forças americanas no Iraque desde a invasão do país árabe, em março de 2003. Pelo menos 82 soldados dos Estados Unidos morreram em combate apenas nos primeiros 12 dias de abril. Além disso, 560 ficaram feridos e dois são considerados desaparecidos. Outros quatro agentes civis de segurança perderam a vida. No mesmo período, um funcionário americano foi seqüestrado e outros seis estão desaparecidos.O total de feridos nos primeiros 12 dias de abril excede em mais de 220 o total de feridos em qualquer outro mês inteiro, desde março de 2003. Nem mesmo os primeiros dias da invasão - tensos e sangrentos - resultaram em tantas baixas entre as forças americanas. Nos primeiros 12 dias da invasão, foram 77 os soldados americanos mortos, muitos deles em acidentes, fora de combate. Em contraste, todas as 82 mortes americanas deste mês foram resultado de ações hostis.Mas o conflito não vem resultando apenas em mortes entre os americanos. Uma contagem realizada pela Associated Press a partir de 5 de abril constatou que cerca de 880 iraquianos morreram em meio a choques entre rebeldes e forças de ocupação em apenas uma semana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.