Acaba invasão a prédio na Arábia Saudita; reféns liberados

Forças de segurança da Arábia Saudita invadiram, por volta das 3h da madrugada deste domingo (horário de Brasília), o complexo residencial na cidade de Khobar (leste do país) onde militantes supostamente ligados à organização terrorista Al-Qaeda mantinham como reféns cerca de 60 pessoas. A maior parte dos reféns, vários deles ocidentais, já teria sido libertada pelas forças policiais. Oito dos seqüestradores, dentre eles o suposto líder do grupo, teriam sido presos na operação, que envolveu pelo menos 40 agentes das forças especiais sauditas e quatro helicópteros. Outros dois dos terroritas teriam sido mortos na invasão do prédio. Ainda não há informações, até o momento, se há mais vítimas entre os reféns, que são, em sua maioria, cidadãos norte-americanos e italianos. Mais cedo, já haviam sido liberados cinco libaneses e três holandeses, segundo confirmaram os governos de seus respectivos países.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.