Acaba o golpe na Venezuela: Cabello assume o poder

O vice-presidente venezuelano do governo chavista, Diosdado Cabello, anunciou oficialmente que assumiu a presidência até o regresso do mandatário Hugo Chávez, e pediu ao povo para "manter a calma". "Faço um chamado ao povo, faço um chamado às Forças Armadas deste nobre povo, que reconheçam a institucionalidade comofundamento principal das leis. Nós não estamos chamando à violência, ao contrário, queremos evitar um derramamento de sangue maior", disse Cabello, segundo fontes locais. Cabello anunciou que "o presidente da República vai retornar ao poder, porque assim está estabelecido. O que ocorreu no dia 11 foi um golpe de Estado". O presidente da Assembléia Nacional, Wiliam Lara, tomou o juramento de rigor de Cabello, terceiro presidente em 24 horas na Venezuela. Cabello foi empossado às 9.57 (horário local) deste sábado.Depois da recuperação do Palácio Miraflores pelos seguidores de Chávez e o anuncio da detenção dopresidente de fato Pedro Carmona, Cabello se tornou presidente provisório. Nas próximas horas, segundo fontes, Chávez regressaria a Caracas para reassumir o governo, de que derrubado na madrugada desta sexta-feira.Grandes Acontecimentos InternacionaisESPECIAL VENEZUELA

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.