Ação da Otan afeta laços com EUA, diz governo

O premiê paquistanês, Yussuf Raza Gilani, disse ontem à CNN que a relação de Islamabad com Washington "não continuará como de costume". A declaração foi uma resposta ao ataque da Otan que matou 24 soldados paquistaneses no sábado. O incidente prejudicou a tentativa dos americanos de aliviar a crise com o Paquistão, enquanto tentam, ao mesmo tempo, retirar suas tropas do Afeganistão. Segundo a Casa Branca, o presidente Barack Obama considerou a ação uma "tragédia".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.