"Aceitamos o roteiro" da paz, diz líder palestino

Líderes palestinos puseram de lado suas reservas quanto ao plano de paz para o Oriente Médio conhecido como ?roteiro?, ou ?mapa?, e estão prontos para começar, disse o primeiro-ministro da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas. ?Aceitamos o roteiro?, disse Abbas, numa entrevista coletiva conjunta com o secretário de Estado dos EUA, Colin Powell. ?Para abrir o caminho, abandonamos as reservas?, acrescentou.Powell afirmou que ?existe boa vontade suficiente para dar início? ao roteiro. O plano foi desenvolvido pelo Quarteto de mediadores - EUA, União Européia, Rússia e ONU - para pôr fim aos últimos 31 meses de confronto constante entre palestinos e israelenses. Uma das metas do plano é a criação de um Estado palestino dentro de três anos.Yasser Abed Rabbo, um ministro do gabinete palestino, lembrou que a rota pode não ser tão tranqüila, já que o governo israelense insiste em fazer revisões do ?roteiro?. Nabil Shaath, um alto funcionário palestino, disse que falta saber qual ?a posição de Israel?. O primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, vem repetindo que está comprometido a fazer ?concessões dolorosas?, mas sugeriu que uma retirada completa das forças israelenses dos territórios ocupados após a guerra de 1967 - algo que governos anteriores de Israel haviam aceitado discutir - é improvável.

Agencia Estado,

11 de maio de 2003 | 12h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.