Aceitei mísseis em 62 por 'sacrifício', diz Fidel

CUBA

, O Estado de S.Paulo

25 de agosto de 2010 | 00h00

O líder cubano Fidel Castro (foto) afirmou que aceitou a instalação de mísseis nucleares soviéticos na ilha, em 1962, num ato de sacrifício pelo socialismo. "Por que aceitamos? Para nós era muito difícil, mas era uma questão de internacionalismo, pois se estávamos esperando que o campo socialista se sacrificasse por nós, devíamos estar dispostos a nos sacrificar por eles."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.