Acidente aéreo militar em Angola mata 30 pessoas, 6 sobrevivem

Avião ciu quando tentava decolar no aeroporto de Huambo; causas ainda são desconhecidas

EFE

14 Setembro 2011 | 10h49

LUANDA - Ao menos 30 pessoas morreram nesta quarta-feira em um acidente com um avião militar no aeroporto da localidade angolana de Huambo (centro-oeste do país), seis passageiros sobreviveram, informou a "Rádio Nacional de Angola".

 

Pertencente à Força Aérea Nacional (FAN), a aeronave estava com 36 pessoas a bordo, e caiu quando tentava decolar, por volta das 11h50 (7h50 de Brasília), por causas, por enquanto, desconhecidas.

 

O avião transportava duas comissões militares de alta categoria em direção à capital angolana, Luanda.

 

Entre os mortos estão três generais, três coroneis e três mulheres, detalhou a rádio.

 

Espera-se que uma missão do Instituto Nacional de Aviação Civil de Angola (INAVIC) chegue ao local do acidente em breve para investigar as causas.

Mais conteúdo sobre:
Angola avião acidente África Huambo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.