Acidente de avião na Tailândia mata 88 pessoas

Um avião lotado com turistasestrangeiros se acidentou na ilha tailandesa de Phuket nestedomingo, matando 88 pessoas. A aeronave se rompeu e explodiu ao tentar pousar debaixo deuma forte chuva, informaram as autoridades. As outras 42 pessoas que estavam a bordo no vôo, que teveorigem em Bangcoc, sobreviveram e estão recebendo tratamento emhospitais próximos ao local do acidente. Elas sofreram vários tipos de ferimentos, inclusivequeimaduras, informou o vice-governador de Phuket, VorapotRajsima em uma coletiva de imprensa. "Cinco estão em estado crítico. Alguns têm queimaduras deaté 60 por cento do corpo", disse à Reuters o coordenador de umdos hospitais, Piyannooch Anantakdee. Sobreviventes disseram que as condições eram difíceisquando o avião chegava para pousar, com chuva torrencial eturbulência. Um homem disse que pensou que o McDonnell Douglas MD-82, daoperadora One-Two-Go, que trabalha com vôos baratos e tem sedeem Bangcoc, aproximava-se com excessiva velocidade. "O avião pousava embaixo de uma forte chuva e pousou rápidodemais. Nunca vi nada assim. O avião desceu rápido demais",disse no hospital à Nation Television Nong Khaonual o tailandêsque sobreviveu ao desastre com sua mulher. "Pouco antes de tocarmos a pista, sentimos o avião tentarlevantar e ele derrapou para fora da pista", disse. "Minhamulher estava meio inconsciente e eu a puxei para fora pelasaída de emergência. Havia um homem atrás de nós que estavapegando fogo." A agência Aeroportos da Tailândia disse que havia setetripulantes e 78 estrangeiros a bordo, a maioria deles turistaseuropeus. Mais de 13 milhões de turistas devem visitar a Tailândiaeste ano, segundo previsões. Catorze tailandeses, oito britânicos, cinco iranianos equatro alemães estão entre os sobreviventes, segundofuncionários de um hospital. "O avião parece ter guinado e saído da pista, colidindo como lado de uma colina", disse Leslie Quahe, pastor de Cingapuraque chegou à cena cerca de uma hora depois do desastre. "Eu estava descendo a colina e vi a fumaça saindo do avião.Ele se quebrou em várias partes", disse Quahe à Reuters. Segundo as autoridades, o avião se rompeu em duas partes aotocar a pista da ilha, que ainda é chamada de "Pérola doAndaman", apesar da devastação causada pelo tsunami de dezembrode 2004 no oceano Índico Ocean. A cauda do avião estava no canto da pista. O nariz foienterrado entre as árvores que rodeiam a pista. INVESTIGAÇÃO COMPLETA Familiares abalados se reuniram no aeroporto, que fica nolitoral noroeste da maior ilha da Tailândia, desesperados pornotícias. Representantes de agências de turismo estrangeiras,que esperavam para receber os turistas no terminal, tambémexaminavam ansiosamente as listas de passageiros. "Estou profundamente triste com este evento trágico", dissea jornalistas em Bangcoc Udom Tantiprasongchai, presidente dacompanhia proprietária da One-Two-Go, a Orient Thai Airlines. Ele prometeu uma investigação completa e disse que opiloto, que ele não identificou, era estrangeiro e tinhabastante experiência. Não se sabe ainda se o piloto estavaentre os sobreviventes. "Amanhã a polícia vai instalar um comitê de investigaçãopara determinar o que realmente causou o acidente. O queprecisamos fazer neste momento é tomar conta dos feridos",disse Udom.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.