Acidente de ônibus mata 4 pessoas na Espanha

Duas crianças e dois adultos morreram neste domingo e outras 30 pessoas ficaram feridas, três delas em estado gravíssimo, após um acidente com um ônibus que transportava um grupo de adolescentes na Espanha. Os jovens voltavam para a cidade de Gijón depois de uma excursão. Além do motorista e de um ajudante, o ônibus levava 26 crianças e adolescentes de 4 a 17 anos e seis monitores do grupo, segundo dados da Delegação do Governo e do serviço de emergências. Duas crianças, de 9 e 15 anos, e um monitor, de 20, morreram no local. Outra monitora, de 40 anos, morreu quando era levada ao Hospital Central de Astúrias, em Oviedo. O acidente aconteceu pouco antes das 19h (14h de Brasília) entre as cidades de Pola de Lena e Mieres. O ônibus saiu da pista e tombou. As autoridades espanholas ainda estão investigando as causas. "O ônibus começou a sair da pista. Olhei para o chão e vi a grade de proteção da estrada cada vez mais perto, até que caiu", disse Elena González, de 17 anos, uma das passageiras. "Eu me segurei, fechei os olhos e disse: seja o que Deus quiser!" Os feridos foram levados a diversos hospitais da região. Segundo a Secretaria de Saúde, no total foram atendidos 30 feridos. Treze receberam alta em poucas horas. Entre os 11 casos mais graves há dois monitores com traumatismos cranianos "muito graves", outro com possível ruptura da medula e outro com uma mão amputada. A Prefeitura de Gijón deve decretar luto de um dia nesta segunda-feira.

Agencia Estado,

16 Abril 2006 | 21h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.