EFE/EPA/KHALED ELFIQI
EFE/EPA/KHALED ELFIQI

Acidente de trem no Egito deixa ao menos 11 mortos e 100 feridos

O acidente com um trem de passageiros a norte do Cairo fez com que oito vagões capotassem, deixando alguns passageiros presos em meio às ferragens

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de abril de 2021 | 16h37

CAIRO - Um acidente de trem na província de Qaliubia, norte do Cairo, no Egito, deixou 11 mortos e ao menos 100 feridos neste domingo (18). As causas do acidente estão sendo investigadas.

Oito vagões de trem descarrilaram e cerca de 55 ambulâncias foram deslocadas para socorrer as vítimas. Elas foram encaminhadas para três hospitais na província.

O trem ia do Cairo para Mansoura, no delta do Nilo, e saiu dos trilhos às 13h54 (no horário local, 8h54 em Brasília), a cerca de 40 quilômetros da capital egípcia, segundo comunicado da companhia nacional que controla o sistema de transportes do país. A causa do acidente, diz a empresa, está sendo investigada.

Mais de 50 ambulâncias levaram os feridos a três hospitais, de acordo com o ministro da Saúde.

O descarrilamento é o último de uma série de recentes acidentes ferroviários no Egito. Ao menos 20 pessoas foram mortas e quase 200 ficaram feridas em março, quando dois trens colidiram em região próxima a Tahta, cerca de 440 quilômetros ao sul de Cairo. 

No começo de abril, 15 pessoas também ficaram feridas quando dois vagões saíram dos trilhos em área próxima à cidade de Minya al-Qamh.

O ministro dos Transportes do Egito, Kamel El-Wazir, vem recebendo pedidos nas redes sociais para que deixe o cargo, o que ele descarta fazer. O ex-general prometeu continuar trabalhando no desenvolvimento da envelhecida rede ferroviária do país.

Tudo o que sabemos sobre:
Cairo [Egito]Egito [África]trem

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.