Acidente deixa 123 pessoas presas em mina na China

Pelo menos 123 pessoas ficaram presas no subsolo de uma mina de carvão no Norte da China por causa de um alagamento, informou neste domingo a Administração de Estado para Segurança no Trabalho.

AE-AP, Agência Estado

28 de março de 2010 | 12h27

Segundo a agência do governo, a mina Wangjialing, localizada na província de Shanxi, teve o subsolo alagado quando 261 mineiros estavam trabalhando. Embora 138 deles tenham sido resgatados com segurança, os outros ficaram presos e os trabalhos de resgate vêm sendo realizados. Ainda não se sabe o motivo da enchente.

As minas chinesas têm melhorado sua segurança nos últimos anos, mas ainda são as mais perigosas do mundo, já que explosões e outros acidentes ocorrem com frequência. A mina em questão está entre o povoado de Xiangning e a cidade de Hejin, envolvendo uma área de 180 quilômetros quadrados, de acordo com a agência de notícias estatal Xinhua.

A emissora estatal CCTV informou que as autoridades para minas de carvão do país e as administrações de segurança no trabalho estão liderando uma equipe que se dirige ao local para ajudar no resgate. De acordo com a Administração de Estado para Segurança no Trabalho, 2.631 pessoas morreram em acidentes em minas de carvão em 2009 na China. Muitos deles ocorrem por falta de treinamento ou métodos de segurança eficientes.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinamina de carvãoalagamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.