Acidente fatal cancela voos no maior aeroporto do Japão

Aeronave da FedEx tombou durante aterrissagem e pegou fogo, matando piloto e co-piloto

Agências internacionais,

23 de março de 2009 | 05h28

  Autoridades aeroportuárias do Japão informam que 43 voos já foram cancelados desde o acidente que matou piloto e co-piloto de um avião de carga procedente da China no Aeroporto Internacional de Tóquio-Narita, maior do país.

 

Veja também:

Queda de avião mata 14 pessoas nos EUA

Avião com 122 a bordo faz pouso de emergência na Indonésia

video Vídeo no Youtube com o momento do acidente

 

De acordo com o governo japonês, foi o primeiro acidente fatal em Narita. A causa do acidente ainda é desconhecida, mas a agência meteorológica disse que fortes ventos sopravam na área e que havia alertado as companhias aéreas no domingo à noite para a ocorrência de ventos cruzados - uma condição perigosa para a aterrissagem dos aviões.

 

Foto: AP

 

Imagens de televisão mostraram o voo 80 da FedEx tocando o solo às 6h50, hora local (18h50 de Brasília). As rodas traseiras tocaram o asfalto antes de o bico do avião se chocar contra a pista e o avião pender para a esquerda. O jato explodiu numa bola de fogo e deslizou enquanto expelia uma grande nuvem de fumaça negra. Em seguida, a aeronave tombou sobre a asa esquerda e parou fora da pista. As equipes de bombeiros correram para o avião destruído, cuja fuselagem ainda estava em chamas.

 

O piloto e o co-piloto de um avião da companhia de entregas FedEx, ambos americanos - assim como a empresa -, morreram após o avião tombar durante a aterrissagem, aparentemente devido ao vento de 72 km/h, e, depois, pegar fogo. O piloto Kevin Kyle Mosley, de 54 anos, e o co-piloto Anthony Stephen Pino, de 49 anos foram resgatados pelos bombeiros em estado crítico, mas o hospital ao qual foram levados constatou a morte de ambos, ainda de acordo com a agência de notícias local Kyodo.

 

A pista onde ocorreu o acidente é onde manobram os maiores aviões, o que causou problemas na atividade deste aeroporto, que opera até 546 voos por dia. Até as 12 horas locais (0 horas de Brasília), 19 aviões que deveriam aterrissar em Narita foram desviados para o aeroporto de Haneda em Tóquio, assim como para as cidades de Nagoya, Kansai, Chitose, em Sapporo e Yokota.

 

Matéria atualizada às 7h30.

Tudo o que sabemos sobre:
aviãoFedExJapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.