EFE/EPA
EFE/EPA

Acidente ferroviário deixa pelo menos 10 mortos e 40 feridos no Paquistão

Segundo porta-voz do Ministério das Ferrovias, acidente foi 'negligência humana' e 'falha na sinalização'

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de julho de 2019 | 04h45

ISLAMABAD - Pelo menos 10 pessoas morreram e outras 40 ficaram feridas nesta quinta-feira, 11, após a colisão de um trem de passageiros com uma ferrovia de carga em uma estação na província de Punjab, no sul do Paquistão.

O acidente ocorreu por volta das 4h (20h em Brasília) na estação de Walhar, quando um trem de passageiros entrou em uma estrada de serviço e colidiu com uma ferrovia de mercadorias estacionadas, disse o porta-voz do Ministério das Ferrovias, Ali Nawaz Malik. "Até o momento, são 10 mortos e cerca de 40 feridos, mas são dados iniciais, o número poderá subir", afirmou.

Ele disse que a causa do acidente foi "negligência humana" e "falha na sinalização". O Exército está participando das operações de resgate, que ainda estão em andamento.

O primeiro-ministro paquistanês, Imran Khan, expressou sua "tristeza" pela tragédia e pediu medidas para prevenir acidentes no futuro. "Eu pedi ao ministro das Ferrovias para tomar medidas de emergência para enfrentar décadas de abandono da infraestrutura ferroviária e garantir padrões de segurança", afirmou o premier em sua conta do Twitter.

Acidentes de trem não são incomuns no Paquistão. Em novembro de 2015, um acidente ferroviário causou 13 mortes e uma centena de feridos na província do Baluchistão, no sudoeste do país. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.