Acidentes com ônibus deixam dezenas de mortos na China e no Haiti

Num dos casos, coletivo, com 60 pessoas, foi arrastado ao tentar atravessar rio

EFE,

20 de junho de 2012 | 04h19

PEQUIM - Pelo menos 17 passageiros morreram, nesta madrugada de quarta-feira, 20, após um ônibus descer um barranco na província oriental de Fujian. O acidente, de causa ainda não esclarecida, deixou três feridos em estado grave.

 

A tragédia aconteceu por volta das 2 horas (hora local) desta quarta-feira em uma estrada do condado de Xiapu, em Fujian. O veículo, que transportava 45 passageiros, rolou por mais de 50 metros de pirambeira.

 

Por enquanto, não se sabe se todos os passageiros que viajavam no veículo no momento do acidente já foram retirados do mesmo, apesar de a agência oficial assinalar que uma equipe de resgate foi enviada ao local.

 

Haiti. Dezenas de passageiros morreram em um acidente ocorrido no Haiti quando um ônibus foi arrastado pela correnteza do rio Glace, no departamento de Grand Anse. As autoridades não souberam dar um balanço exato das vítimas fatais.

 

O acidente, informado somente nesta terça-feira, 19, ocorreu um dia antes, quando o motorista tentou atravessar o rio. No veículo, que fazia o trajeto Jérémie - Porto Príncipe, estavam cerca de 60 pessoas; várias estão desaparecidas.

 

O primeiro-ministro haitiano, Laurent Lamothe, expressou condolências à população de Grand Anse e aos familiares das vítimas e lamentou a atitude irresponsável de alguns motoristas, a quem pediu prudência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.