Acidentes em minas da Ucrânia matam 18 pessoas

Uma explosão numa mina de carvão no leste da Ucrânia e a queda de um elevador em outra mina nesta sexta-feira mataram pelo menos 18 pessoas. Equipes de resgate tentavam encontrar 20 mineiros desaparecidos nos dois locais.

AE, Agência Estado

29 de julho de 2011 | 10h49

Os acidentes nas regiões mineradoras do leste chocaram o país e destacam os persistentes perigos da indústria mineradora ucraniana, considerada uma das mais perigosas do mundo por causa dos equipamentos obsoletos e desrespeito às regras de segurança.

A explosão na mina Suhodilska leste, na região de Luhansk, aconteceu de madrugada e matou 17 trabalhadores, mas ainda há nove desaparecidos. Investigadores suspeitam que o acidente foi provocado por uma explosão de metano, revelou a administração regional de Luhansk em comunicado. A explosão aconteceu pouco antes das 2h desta sexta-feira, a uma profundidade de 915 metros, quando os mineiros estavam trabalhando no turno noturno.

Fotografias divulgadas pelo Ministério de Situações de Emergência mostram parentes dos mineiros preocupados, falando nervosamente com funcionários do governo e integrantes das equipes de resgate do lado de fora da mina.

Mykhailo Volynets, presidente do Sindicato Independente dos Mineiros, disse que a mina é "uma das mais perigosas da Ucrânia" em razão do acúmulo de metano e do pó de carvão.

Horas depois da explosão, foi registrado mais um acidente em outra mina, também no leste do país. Um elevador usado para transportar mineiros e equipamento na mina de Bazhanova, na região de Donetsk, caiu, matando um trabalhador e deixando 11 desaparecidos, disse a porta-voz do Ministério de Situações de Emergência, Yulia Yershova. Centenas de outros funcionários que trabalhavam em diferentes setores da mina tentavam deixar o local pelas saídas de emergência e atalhos, disse ela.

O representante do governo Viktor Yanukovych chegou na manhã desta sexta-feira à mina Suhodilska leste e deve visitar, ainda hoje, o local do outro acidente. Segundo Volynets, 70% dos equipamentos das minas ucranianas são obsoletos e precisam ser substituídos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
URCÂNIAMINAEXPLOSÃO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.