Acidentes em minas de carvão fazem 29 mortos na China

Dois acidentes em minas de carvão da província de Gansu, no noroeste da China, causaram a morte de 29 mineiros e ferimentos em outros 19. Dezesseis trabalhadores estão presos no interior de um poço, informaram equipes de resgate citadas pela agência oficial de notícias Xinhua. O último acidente aconteceu nesta quarta-feira, quando um deslizamento de terra prendeu 16 trabalhadores na mina de carvão de Deshun, localizada em um distrito dos arredores de Lanzhou, capital de Gansu. Também foram soterradas várias casas próximas. Na terça-feira, na mina de carvão Weijiadi, na cidade de Baiyuan, houve uma explosão durante as tarefas de manutenção no sistema de ventilação das instalações, propriedade da corporação industrial Jingyuan. Morreram 29 trabalhadores e 19 ficaram feridos. Devido à profundidade onde aconteceu o acidente, os trabalhadores na superfície demoraram a perceber o que havia acontecido. A China é o país com mais acidentes em minas no mundo, com cerca de 8 mil mortes por ano. A corrupção nas empresas, a falta de medidas de segurança e a enorme demanda de carvão na China são fatores que influem no número de acidentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.