Acordo define retirada de tropas dos EUA no Iraque

O Iraque e os Estados Unidos chegaram ao consenso de que não haverá forças estrangeiras dentro do país árabe depois de 2011, anunciou hoje o primeiro-ministro do Iraque, Nouri al-Maliki. "Há um acordo entre as duas partes de que não haverá nenhum soldado estrangeiro no Iraque depois de 2011", declarou Maliki, segundo nota divulgada por sua assessoria de imprensa.Washington e Bagdá negociam há meses um controvertido acordo de segurança para decidir o futuro da presença militar americana no Iraque a partir de dezembro deste ano, quando expira o mandato concedido pela Organização das Nações Unidas (ONU) para que os soldados dos EUA fiquem em solo iraquiano. Na sexta-feira, o negociador-chefe iraquiano Mohammed Al-Haj Hammoud, disse à AFP que o pacto de segurança fora finalizado por ambas as partes e já havia inclusive sido assinado pelo presidente dos Estados Unidos, George W. Bush. Segundo ele, pelo acordo de 27 pontos, todas as tropas de combate dos EUA serão retiradas das grandes cidades iraquianas até junho de 2009 e a retirada total ocorrerá em 2011. As informações são da Dow Jones.

AE, Agencia Estado

25 de agosto de 2008 | 12h03

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.