Acordo grego não se repetirá na zona do euro, diz BCE

O representante alemão na junta de dirigentes do Banco Central Europeu (BCE), Joerg Asmussen, disse que o acordo de reestruturação da dívida da Grécia, que cortou pela metade o que o país balcânico devia aos credores privados, não será repetido em outros países da zona do euro. "Isso deveria estar claro para os investidores ao redor do mundo", afirmou Asmussen.

ANDRÉ LACHINI, Agência Estado

15 de abril de 2012 | 20h30

Ele garantiu neste domingo que a Europa é um lugar seguro para investir. É improvável uma repetição do contágio que se espalhou para os mercados financeiros da Europa e mais além no fim do ano passado, quando os investidores entraram em pânico por causa da enorme dívida pública da Itália, ele disse. Asmussen sugeriu que os mercados não estão dando crédito suficiente ao governo espanhol, apesar dos esforços de Madri para reativar a economia e melhorar as finanças públicas. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
BCEGRÉCIAZONA DO EURO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.