Acordo na Suécia cancela eleições antecipadas

Estocolmo, 27/12/2014 - O primeiro-ministro da Suécia, Stefan Löfven, cancelou neste sábado eleições antecipadas que estavam previstas para março do próximo ano, após chegar a um acordo com os principais representantes da oposição. Segundo ele, seu Partido Social Democrático e o aliado Partido Verde fecharam alianças com quatro partidos menores de centro-direita e devem focar em três áreas principais: previdência, defesa e energia.

Estadão Conteúdo

27 de dezembro de 2014 | 11h01

A turbulência política na Suécia começou em setembro, quando o Partido Social Democrata conseguiu uma vitória apertada, que não lhe garantiu maioria no Parlamento. Este mês, os quatro partidos de centro-direita se uniram ao populista Democratas Suecos para rejeitar o Orçamento proposto pelo governo, o que elevou a tensão e obrigou Löfven a convocar eleições antecipadas. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Suéciapolíticaacordo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.