Acordo na Ucrânia; termina cerco a prédios públicos

O líder da oposição ucraniana, Viktor Yushchenko, assinou um acordo de concessões que obriga seus seguidores a acabar com o cerco promovido aos prédios públicos da capital, Kiev. Segundo o acordo - assinado também pelo vencedor das eleições presidenciais, Viktor Yanukovych, pelo presidente Leonid Kuchma e por enviados europeus - os piquetes que impediam o funcionamento das repartições deve ser suspenso imediatamente.O pacto determina também mudanças na lei ucraniana, para pôr fim à crise eleitoral. Os participantes da negociação enfatizam ainda a necessidade de evitar o uso de força e marcam uma próxima rodada de conversações para depois de a Suprema Corte decidir a respeito da validade da eleição, sob suspeita de fraude, vencida por Yanukovych.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.