Acordo nuclear avança no Parlamento iraniano

O Parlamento iraniano deu apoio preliminar ontem a um projeto que aprova o acordo nuclear de Teerã com as potências mundiais do grupo P5+1, com posições favoráveis à negociação superando a oposição de políticos conservadores.

DUBAI, O Estado de S.Paulo

12 Outubro 2015 | 02h03

Por uma votação de 139 a 100, o Parlamento aprovou em primeira votação um projeto autorizando o governo iraniano a continuar a desenvolver o programa nuclear do país segundo o acordo fechado em 14 de julho, disse a agência estatal de notícias IRNA. Doze parlamentares se abstiveram.

O projeto, apresentado pela Comissão Nacional de Segurança do Parlamento, ainda precisa passar em segunda votação na terça-feira, antes de ser submetido a um corpo clerical para aprovação final e poder ser promulgado como lei.

O texto afirma que inspeções internacionais de unidades militares sob o acordo nuclear deverão ser aprovadas por um comitê superior de segurança iraniano, deixando em aberto a possibilidade de mais divergências surgirem durante a fase de implementação do acordo assinado com Estados Unidos, Rússia, Grã-Bretanha, França, China e Alemanha.

O ministro das Relações Exteriores iraniano, Mohammad Zarif, líder dos negociadores iranianos nas conversas com o P5+1, fez uma vigorosa defesa do acordo no Parlamento, dizendo que o Irã atingiu seus objetivos.

"Eles (as potências) não nos querem no clube nuclear, mas nós estamos nele, graças a Deus", disse Zarif na sessão. "A história vai mostrar que nós dominamos as negociações."

Alguns integrantes do Parlamento não saíram convencidos. "Esse grupo falhou em assegurar os direitos do povo iraniano ante os lobos americanos", disse o político conservador Alireza Zakani, em um caloroso debate antes da votação.

/ EFE e REUTERS

Mais conteúdo sobre:
O Estado de S. Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.