Acordo nuclear do Irã entra em vigor amanhã

Antes do início de um acordo nuclear entre Irã e os poderes mundiais, o porta-voz do departamento de energia atômica iraniano, Behrouz Kamalvandi, classificou os limites para o enriquecimento de urânio e a diluição do estoque do material como "os compromissos mais importantes" do país, segundo um canal de rádio neste domingo.

AE, Agência Estado

19 de janeiro de 2014 | 18h45

Os comentários de Kamalvandi mostram como o governo do presidente iraniano moderado Hassan Rouhani recebeu bem o acordo, que entra em vigor nesta segunda-feira. Os inspetores internacionais, que já chegaram no Irã, estão se preparando para a liberação do acesso às unidades nucleares.

"A implementação dos compromissos mútuos na estrutura do acordo alcançado em Genebra começará a partir de amanhã", afirmou o porta-voz. "Sob os termos do acordo, a suspensão de enriquecimento de urânio a 20% - e a diluição do estoque atual de urânio enriquecido - são os compromisso mais importantes do nosso país", disse.

O Irã fechou o acordo em novembro com um grupo composto pelo Reino Unido, China França, Alemanha, Rússia e Estados Unidos. Os negociadores concordaram com os termos finais no dia 13 de janeiro. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IRÃACORDO NUCLEAR

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.