Acordo nuclear pode recuperar a economia do Irã

Cotação da moeda iraniana subiu mais de 3% após anúncio do alívio às sanções comerciais contra Teerã

Reuters,

24 de novembro de 2013 | 19h21

DUBAI - A cotação da moeda do Irã, o rial, subiu mais de 3% frente ao dólar neste domingo, 24, depois que a notícia de um acordo para conter o programa nuclear de Teerã aumentou as esperanças de que a economia do país possa começar a se recuperar das sanções.

O acordo prevê que o Irã recebe acesso temporário e condicional a vários bilhões de dólares de fundos bloqueados ao longo dos próximos seis meses, enquanto diplomatas tentam negociar um acordo final.

Por si só, isso não vai chegar perto de compensar as dezenas de bilhões de dólares que o Irã perdeu nos últimos dois anos, com as sanções reduzindo suas vendas de petróleo e, em grande parte, desconectando o país do sistema bancário global.

Reduzindo a possibilidade de ação militar contra o Irã e aumentando a perspectiva de mais alívio nas sanções, o pacto pode conter a fuga de capitais do país e estimular um renascimento parcial do investimento.

Isso poderia ser suficiente para tirar a economia da recessão que a assolou na maior parte dos últimos dois anos, enquanto estimula empresários a reconstruírem laços comerciais.

“Nós estamos sentindo um sentimento positivo no Irã”, afirmou Nariman Aflani, um operador de câmbio no AFI Grupo, empresa de engenharia civil com sede em Teerã.

Tudo o que sabemos sobre:
irã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.