Acordo provisório é alternativa, diz Israel

O primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu, disse ontem que um acordo provisório de paz entre israelenses e palestinos é uma possibilidade se as partes não conseguirem acertar detalhes sobre questões fundamentais nos diálogos de paz. "Se chegarmos a um (impasse) sobre Jerusalém e talvez (um impasse) sobre os refugiados, então possivelmente o resultado seria um acordo provisório", afirmou. Foi a primeira vez que Netanyahu reconheceu a possibilidade de uma alternativa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.