Acusação ainda tenta processar Pinochet

Os advogados de acusação do ex-ditador chileno Augusto Pinochet apresentaram nesta sexta-feira recursos a duas cortes para anular o arquivamento, há cinco dias, do processo contra ele por demência, para pedir a inconstitucionalidade da decisão. "Apresentamos um recurso de queixa contra os ministros (juízes) que deram voto ao arquivamento do caso contra Pinochet por estimarmos que existem graves falhas ou abusos nessa determinação", informou a advogada Carmen Hertz. De acordo com ela, "foram aplicadas normas do Código de Procedimento Penal que não estão vigentes por disposição constitucional na região metropolitana".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.