Acusações mostram injustiça dos EUA, diz Iraque

O governo iraquiano afirmou hoje que as acusações de um ex-inspetor de armas da ONU, segundo as quais os Estados Unidos teriam manipulado as Nações Unidas, mostram que as sanções contra o seu país são injustificadas. Em um editorial de primeira página, o al-Thawra, um jornal do Partido Baath, do presidente Saddam Hussein, afirma que as "confissões" de Scott Ritter mostram claramente "a injustiça cometida pelos Estados Unidos e a Grã-Bretanha contra o Iraque". Em um documentário exibido na semana passada, Ritter acusa os EUA de pedirem para que inspetores da ONU provocassem um confronto com Saddam Hussein, como um pretexto para os ataques aéreos contra o Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.