Acusado de crimes de guerra é preso na Bósnia

A polícia prendeu um sérvio bósnio procurado por crimes de guerra. Miroslav Vjestica, de 57 anos, foi detido na cidade bósnia de etnia sérvia de Banja Luka, sob ordens da Justiça de Bihac, cidade localizada na parte do país controlada pela federação bósnio-croata. Vjestica é acusado de crimes de guerra contra civis e seu indiciamento foi aprovado pela promotoria do Tribunal Internacional para a ex-Iugoslávia, baseado em Haia, na Holanda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.