Acusado de tentar cometer ataque na Alemanha se entrega no Líbano

O segundo dos dois supostos terroristasque tentaram pôr uma bomba numa estação de trem alemã se entregouNesta quinta-feira às autoridades libanesas, informou a promotoria geral alemã. O suspeito foi identificado como Jihad Hamad, de 19 anos, e suaextradição será solicitada pela promotora federal alemã, MonikaHarms. Hamad tinha um visto alemão de três meses de duração e tinhatentado ingressar como estudante na Universidade de Colônia, o quepermitiria a ele obter uma permissão de residência mais longa. O suspeito participou várias vezes de manifestações contraIsrael, assim como seu suposto cúmplice, Youssef Mohamad, detido naprisão de Moabit, em Berlim. Hamad e Mohamad tentaram cometer ataques em dois trens em julho,mas eles não conseguiram explodir as bombas por problemas técnicos. No dia 31 de julho, os dois acusados colocaram bombas nos doistrens enquanto as composições estavam paradas na estação de Colônia.A Polícia descobriu os artefatos mais tarde. Os vídeos das câmeras de segurança da estação de Colôniapermitiram à Polícia iniciar a busca de duas pessoas das quais setinham imagens enquanto transportavam as malas com os explosivos Mohamad foi detido na madrugada de 19 de agosto na estação deKiel e depois se comprovou que havia rastros de seu DNA em uma dasMalas. Em 22 de agosto, Hamad, graças a escutas telefônicas dos serviçossecretos libaneses, foi identificado como suposto cúmplice deMohamad e a Polícia começou a procurá-lo, mas chegou à conclusão queele tinha saído da Alemanha e viajado ao Líbano, após uma breveestada na Turquia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.