Acusado pelos ataques em Mumbai faz confissão

O terrorista capturado depois dos ataques que deixaram mais de 170 mortos no mês passado na cidade indiana de Mumbai (ex-Bombaim) disse que a intenção de seu grupo era capturar reféns e fazer exigências por meio de telefonemas à imprensa. Essas revelações constam da confissão feita pelo acusado, obtida neste sábado pela Associated Press.Na confissão, de sete páginas, Mohammed Ajmal Kasab, de 21 anos, afirmou ter nacionalidade paquistanesa, assim como seu parceiro de ataque, identificado como Ismail Khan. Ambos atacaram a estação ferroviária de Mumbai, onde mataram dezenas de pessoas com granadas e disparos de fuzis automáticos.Segundo Kasab, o plano era que ele e Khan assumissem o controle do telhado de um prédio, tomassem reféns e transmitissem exigências a órgãos de imprensa, mas eles não encontraram nenhum "prédio adequado" pra isso. Ao invés disso, eles atacaram a estação ferroviária e, aparentemente, não chegaram a fazer reféns. Os confrontos em vários pontos de Mumbai duraram três dias e deixaram 173 mortos, entre eles nove terroristas.Kasab disse que o ataque estava originalmente planejado para o dia 27, mas começou no dia anterior; ele não explicou a razão da mudança de data. Segundo ele, os organizadores da operação orientaram os terroristas a lançarem os ataques durante a hora do rush, quando a estação ferroviária está mais cheia de gente.Kasab também disse ter sido treinado pelo grupo radical islâmico Lashkar-e-Taiba, banido pelo governo do Paquistão em 2002 e que a Índia responsabilizou pelo ataque. Ele afirmou ter tido aulas sobre os sistemas de segurança indianos e sobre como escapar ao ser perseguido.Neste sábado, a polícia indiana disse que Kasab escreveu uma carta ao consulado do Paquistão, pedindo assistência jurídica. De acordo com Rakesh Maria, o chefe das investigações da polícia indiana sobre o caso, a carta foi encaminhada às autoridades paquistanesas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.