Efe
Efe

Acusado pelos sequestros em Cleveland é pai de menina encontrada

Criança de seis anos estava na casa com as três mulheres; teste de DNA comprovou a paternidade

AE, Agência Estado

10 de maio de 2013 | 12h52

CLEVELAND - Exames de DNA confirmaram que Ariel Castro - indiciado por sequestro e estupro - é pai da menina de seis anos resgatada de sua casa no início desta semana junto com três mulheres desaparecidas há anos, anunciou o procurador-geral do Estado norte-americano de Ohio.

O escritório do procurador Mike DeWine confirmou a paternidade de Castro por meio de nota. Segundo DeWine, a amostra genética de Castro foi colhida na quinta-feira e peritos trabalharam a noite inteira no caso.

A menina é filha de Amanda Berry, que segundo as autoridades foi mantida em cárcere privado por aproximadamente uma década na residência de Castro em Cleveland junto com Gina DeJesus e Michelle Knight. / AP

Tudo o que sabemos sobre:
EUAClevelandseuqestro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.