Acusados 2 soldados dos EUA de matar preso iraquiano

O Exército dos Estados Unidos informou hoje que dois soldados norte-americanos foram acusados de matar um detendo iraquiano e de mentir sobre o caso. Segundo um comunicado, os soldados Hal M. Warner e Michael C. Behenna enfrentam, entre outras acusações, a de assassinato premeditado e obstrução da justiça. Segundo o Exército, acreditava-se inicialmente que o detento Ali Mansour Mohammed havia sido libertado no dia 16 de maio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.