Acusados de espancar motorista nos EUA vão a julgamento

Steve Utash, de 54 anos, atropelou um menino de 10 anos e parou para prestar socorro

22 de abril de 2014 | 12h22

DETROIT. EUA - Começou nesta terça-feira, 22, em Detroit, o julgamento de quatro jovens acusados de espancar gravemente um caminhoneiro no dia 2 de abril, na região Leste da cidade, depois que ele atropelou um menino de 10 anos e parou para prestar socorro. Os autores do espancamento foram acusados formalmente por tentativa de homicídio.

A polícia disse que Latrez Cummings, de 19 anos, Wonzey Saffold, de 30, James Davis, de 24, e Bruce Wimbush Jr, de 17, reconheceram participação no espancamento de Steve Utash.

O motorista de 54 anos ficou inconsciente durante muitos dias depois do ataque. O menino que ele atropelou sofreu apenas um ferimento na perna.

Os advogados de defesa disseram que tentativa de homicídio é uma acusação muito grave. Mas o juiz Thomas Jackson disconcordou.

"Um ou dois talvez não sejam suficientes para matar alguém", disse ele, sobre os ataques dos quatro homens. "Mas a combinação deles pode ser suficiente para causar uma morte."

No tribunal, na segunda-feira, testemunhas descreveram a cena caótica depous que Utash atingiu o menino e desceu do carro para ver o que havia acontecido com ele. "Eles o estavam cercando e gritando: 'Meu Deus, pega ele, pega ele'", disse a testemunha Deborah Hughes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.