Adiada a chegada de mais 8 presos cubanos à Espanha

O Ministério de Relações Exteriores da Espanha informou que a chegada a Madri de outro grupo de prisioneiros políticos cubanos foi adiada. Um porta-voz do ministério afirmou que a chegada de oito prisioneiros e os integrantes de suas famílias, prevista para hoje, só irá ocorrer nos próximos dias. O funcionário, que falou em condição de anonimato, disse que o adiamento ocorreu por causa de problemas com as passagens.

AE-AP, Agência Estado

20 de julho de 2010 | 09h52

Na semana passada a Espanha recebeu 11 prisioneiros cubanos e suas famílias, parte do compromisso do regime de Raúl Castro de libertar 52 dissidentes detidos desde 2003. Os 11 que puderam partir para a Espanha fazem parte do chamado "Grupo dos 75", que Cuba se comprometeu a libertar no prazo de três a quatro meses. A promessa foi feita após negociações com a Igreja Católica e com o governo espanhol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.