Adiamento de audiência prejudica Strauss-Kahn

A próxima audiência do caso de agressão sexual em Nova York contra o ex-diretor-gerente do FMI Dominique Strauss-Kahn, prevista para o dia 18, foi adiada para o dia 1.º, informaram os advogados de defesa em comunicado. O prazo da pré-candidatura à presidência da França pelo Partido Socialista termina amanhã. Segundo a imprensa, amigos dizem que Strauss-Kahn rejeitou a candidatura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.